domingo, 16 de setembro de 2018

Plano de Vida: Objetivos Para Os Próximos 10 anos (2019-2029) - Parte I

Olá amigos. A partir de hoje, estarei postando alguns detalhes sobre meu plano de vida. Dividirei em partes resumidas para nenhuma postagem ficar grande e insuportável demais. Hoje vou tratar das metas profissionais e educacionais.
Lembrando que eu sei que a vida é imprevisível, mas tudo fica muito mais fácil quando você têm objetivos definidos de vida. Não quero ser como um indigente a vida inteira, quero sentir o gosto de viver e estar satisfeito.
A partir de hoje tentarei deixar o blog mais agradável de ler. Postarei imagens a partir de agora.
Lembrando que não aceito ninguém zombando de mim em meu próprio espaço.

Metas educacionais e profissionais
Aqui entram meus objetivos relacionados a educação e vida profissional. Esses dois são como alicerces para o restante da vida.

1. Terminar o Ensino Médio


Está bem perto, só falta mais um ano. É a mais básica das minhas metas, a mais fácil de alcançar. Porém, eu queria fechar essa etapa da minha vida com algum acontecimento especial. Pretendo conseguir uma medalha na Olímpiada de Matemática. Conseguindo isso - levando em consideração o ano inteiro - eu ainda conseguiria de quebra uma bolsa de iniciação científica. Seria uma boa oportunidade, um empurrão para a frente. Manter também meu bom histórico de notas e comportamento - acredito que de alguma forma isso seja um ponto positivo para mim.

2. ENEM

Não tenho como ir em outra cidade fazer vestibular, apostarei todas as minhas fichas no ENEM. Tirarei uma boa pontuação nesse exame, com nota suficiente, para ingressar na universidade federal do meus estado. Estudarei ao longo do final desse ano e todo o próximo.

3. Ingresso na Universidade Federal.


Pretendo ingressar em federal pois nas circunstâncias em que vivo (pobre, sem sobrenome importante, depressivo, estudante de escola pública), será uma grande vitória. Além disso, as instituições públicas têm mais nome, isso ajuda em uma seleção de emprego, ou até mesmo em círculos sociais. O curso? Ainda não decidi 100%, estou pensando em algo mais voltado para a ciência, são profissões boas para quem tem personalidade mais introvertida, além disso, acho bonito aqueles jalecos brancos usados em laboratórios cientifícos - eu gostaria de trabalhar em um local limpo, climatizado e higiênico.
Penso muito em Química, é uma disciplina que eu gosto, dos termos, do funcionamento. Se eu for cursar será o bacharelado, para virar um acadêmico, pois eu não tenho vocação nem estrutura para ser professor.

4. Aprender outros idiomas e fazer um intercâmbio.


"Ah, Futuro Vencedor, você é pobre mas quer ser cientista, a ciência no Brasil está sucateada". Realmente quem fala isso têm razão, mas eu não tenho o perfil para as profissões clássicas como medicina (não gosto de ver mutilações/dilacerações/muito sangue), direito, engenharia civil, além de não ter o perfil de liderança ou vendedor que a maioria das profissões exigem.
Não pretendo morar para sempre no Brasil. Tenho muitas críticas a esse país, além disso, vivo na parte mais pobre dele, vivo os problemas mais difíceis de se resolver diariamente, não tenho amor nenhum a essa terra. Acredito que a longo prazo as coisas não mudarão. Claro que minha mudança para outro país começará de forma gradual: primeiro quero sair da cidade, depois do estado...enfim, nada de muita pressa. Até por que acredito que para vencer lá fora é preciso vencer aqui primeiro.
Na área da ciência muita coisa é públicada em outro idioma, inglês, depois vêm outras línguas de países que realmente valorizam descobertas científicas. Pretendo ir começando definitivamente a ir estudando inglês (tentar parar de procastinar e perder a vergonha), para daqui uns 3, 4 anos já está num nível aceitável. Pretendo aprender outras línguas também, espanhol (não acho uma língua muito interessante mas que é a 2a mais importante), francês, russo, mandarim. Enfim, um poliglota rs (isso vai demorar uns 20 anos na verdade).
Nas universidades federais, pelo que me informei através de pesquisas, é bem mais fácil conseguir intercâmbios. Com um bom inglês então, isso se torna muito mais acessível. Além disso, é muito importante, pois dá para fazer contatos com outras instituições e pesquisadores.

5. Trabalhar no exterior.


Um ou mais intercâmbios abririam portas demais, na ciência logo na graduação já costumam aparecer grandes oportunidades. Quando tudo tiver mais confortável aqui pretendo aplicar para um mestrado/doutorado em uma boa universidade no exterior. América do Norte, Europa ou Extremo Oriente. Ser acadêmico no exterior seria bem interessante, eu ficaria muito realizado. 

Bem pessoal, por hoje é só. Essas postagens também serão significativas para mim, pois sempre quando eu estiver fraco e pensando em desistir, eu venho aqui e leio tudo isso. Tendo escrito elas, fica mais fácil para mim. Segue algumas músicas para apertarem o play (quem gostar, claro).

Abraços e até logo.

1. Make It Happen - Mariah Carey



2. Wake Me Up - AVICII



3. Empire State Of Mind feat. Alicia Keys - JAY-Z (Só escutando essa música eu já me imagino um dia em New York City).




domingo, 9 de setembro de 2018

Uma tarefa muito árdua: vencer quando não se tem um exemplo

Olá amigos, quanto tempo!

Incrível como aqui na internet é o único local em que consigo desabafar. Vocês não imaginam o quanto eu fico grato quando alguém responde um comentário, uma postagem minha. Sinal de que alguém se importou comigo, mesmo em um curto espaço de tempo.

Não me livrei totalmente da depressão, ora estou bem, ora estou mal. Sou Dreamer pois sinto um conforto, um alívio, quando imagino que o futuro pode ser muito melhor que agora, a esperança que me mantém vivo, que me faz aguentar tanta coisa.

Já contei demais minha história por aí, não quero repetir para não ser chamado de vitimista no meu próprio espaço. Apenas hoje queria conversar, interagir de novo com vocês.

Eu não tenho nenhum exemplo próximo de vitória. Confesso que quase todos os dias fico pesquisando histórias de pessoas que saíram das condições mais difíceis e deram a volta por cima. Evito histórias de jogares de futebol, atletas e artistas pois não tenho talento especial então não adianta ficar me espelhando neles. Prefiro histórias de pessoas comuns.

Aqui na blogosfera há muita história legal.
Por isso encontrei uma espécie de abrigo aqui. Muitos blogueiros vieram do nada, construíram quase tudo do zero. Sempre comentei na esperança de um conselho, um insight para mim. Na "vida real" ninguém faria isso para mim.

Agora eu não posso fazer muita coisa, a não ser estudar. Criei esse blog com o objetivo de medir minhas conquistas, uma espécie de diário evolucional. Quero muito no futuro ser um exemplo de sucesso, o menino que ninguém dava nada por ele, virar alguém de muito sucesso profissional e pessoal.

Obrigado quem leu até aqui e por favor comentem! Fico muito alegre!

sábado, 11 de agosto de 2018

Um dia ainda serei muito feliz.


Olá amigos, amigas, quanto tempo!

Desculpem-me pela falta de postagens. Não ando tendo muitas ideias para o Blog, por isso prefiro me manter ausente. De vez em quando posto algum comentário em algum blog, para interagir um pouco.

Amanhã é Dia dos Pais!

Parabéns aos pais da comunidade que realmente cumprem seu papel! E aqueles que têm bons pais, por favor, parabenize-os. É muito bom, apesar de ser uma data comercial, alguém admirável ser valorizado, homenageado, todos nós somos humanos e temos sentimentos. Considerem-se também pessoas de sorte por terem a presença paterna!

Eu, infelizmente, não tenho um bom pai. O meu nos abandonou há muito tempo, formou outra família e não se lembra da nossa existência. Não tive tio, avô, padrinho, alguém que fosse uma figura masculina. Acredito que isso causou varios defeitos em mim, inclusive um defeito muito forte em mim, que prefiro não comentar muito diretamente.

Minha vida continua como sempre. Está melhorando, hoje já reconheço que há pessoas em situação pior. Com certeza, eu finalmente saí do poço em que me encontrava há 2-3 anos atrás, quando acreditava que minha vida seria um eterno fracasso.

Uma vitória é que não penso mais em suicídio. Há muitos meses. É como me disseram uma vez pela internet: "a vida, no futuro, pode ser pior, mas também, pode ser muito melhor". Eu imagino, idealizo esse melhor. É o que me mantem em pé.

Tenho fé, embora não consiga ser muito religioso, de que minha vida vai melhorar, de que eu vou realizar meus sonhos, de que um dia poderei sorrir. Que um dia irei conhecer uma pessoa que me complete e que me ame de verdade, de que um dia eu serei o pai que eu não tive.

Consigo reconhecer alguns aspectos positivos em mim. Eu tenho alguns princípios, nunca gostei de violência, de falar palavrão, jamais quero usar drogas, não quero consumir bebidas alcoolicas. Apenas quero um dia poder fazer exercicios físicos e comer saudável, cuidar da minha aparência

Enfim, muitas coisas aparentemente bobas que um dia eu quero ter, como ter uma casa confortável, ter um carro, dormir em uma cama confortável, usar roupas confortáveis, morar em um local com clima ameno, ter um emprego que eu goste. Para vocês verem que não sou exigente demais ou que sonhe alto demais. Apenas quero viver uma vida decente.

Um dia eu também quero ser pai. Esse, sem sombra de dúvidas, é o meu maior objetivo de vida. Vou me organizar, me estruturar financeiramente e psicologicamente para realizar esse sonho. Encontrar uma pessoa de principios e objetivos parecidos com os meus, que goste de mim, que me valorize, me dê carinho, me ame e seja minha companhia. E então nós teremos crianças. Vamos apoiá-las, incentivá-las, educá-las, pretendo brincar muito com elas, conversar, escutar música, ler todas as noites, investir em uma boa educação, praticar esportes, ter uma boa alimentação. Sem dúvida nenhuma eu quero tentar ser um bom pai.

E agora eu sei que, se me esforçar, posso realizar esses meus sonhos.

Hero - Mariah Carey



Enfim pessoal, em breve voltarei com mais postagens!

Tchau!



Plano de Vida: Objetivos Para Os Próximos 10 anos (2019-2029) - Parte I

Olá amigos. A partir de hoje, estarei postando alguns detalhes sobre meu plano de vida. Dividirei em partes resumidas para nenhuma postagem ...